Vestido I e uma lição de vida

Existem coisas que estão em nós que passam nos genes, eu adoro rendas e a minha avó sempre me ensinou a gostar e ter gosto pelas coisas que me davam, a minha filha é igual adora.
A minha avó fez lhe dois corpetes para aplicar um tecido e fazer um vestido.
Finalmente comprei os tecidos e comecei a fazer os vestidos comecei pelo rosa num dia a noite alinhavei todo quando a minha filha entra na sala de manhã UUUUAAAAAAAAAAAUUUUUUUUUUU mãe é lindo e começou a chorar toda emocionada e eu fiquei sem palavras então no outro dia foi logo coser para finalizar.
Por vezes depara mo nos nas loja XPTO a comprar mais e mais e elas não ligam nada, com um simples pedaço de tecido e uma renda muito especial fiz um vestido que ela no Verão não vai largar de certeza.
E assim ficam três gerações felizes.

mãe a bandolete é igual foi a avó que fez (bisavó)

frente do vestido

trás do vestido

Comentários

  1. AAAAAAAA MIIIIIINNNNNNNHHHHHHHAAAAAAAA FIIIIIIIIILLLLLLLLLLLHHHHHHHHHHHHHAAAAAAAAA ÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ LIIIIIIIIIIINNNNNNNNNNDDDDDDDDDDAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Acho que é de ficar bem babádo das artistas que tenho em casa!Uma pela ablidade e outra da forma como acha tudo o que a mãe faz o maximo e assim ficamos os três muito mas muito felizes!Eu amo a minha familia!

    ResponderEliminar
  3. Muito giro, eu gosto muito da combinação da renda com o tecido. Por acaso já tinha visto uns vestidos assim e pensei, aqui está uma boa ideia (porque as partes de cima são sempre as mais difíceis de costurar)... eu gostei muito e depois com as bandoletes a combinar, é mesmo coisa de menininha vaidosa (como a minha!) :D

    ResponderEliminar
  4. Adorei! Ficou simplesmente giro! Há coisas que têm um valor especial!
    Bjocas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Bolo de leite condensado sem ovos

Bolachas de maçã e canela

Bolachas de iogurte e uma ida ao cinema